HERBALISMO - AGNO CASTO





Agno casto (Vitex Agnus-Castus) ou árvore da castidade como é mais conhecida na linguagem popular é um elegante arbusto originário do Mediterrâneo e da Ásia Ocidental, mas também pode ser cultivado em regiões de clima temperado.Esta erva tem sido muito estudada na Alemanha, os frutos têm demonstrado possuir um efeito regulador da glândula pituitária, incentivando a produção das hormonas progesterona e prolactina.

Na medicina usam-se a bagas, com um sabor ligeiramente amargo e apimentado.

USO INTERNO:

Toma-se para tratamento do Síndrome Pré-menstrual (SPM), incluindo alterações bruscas de humor, depressão, retenção hídrica e dores mamárias;

Muito útil para diminuir os sintomas da menopausa, como afrontamentos e as alterações bruscas de humor;

Ajuda a regularizar no caso das falhas menstruais e infertilidade devidas a desequilíbrios hormonais e menstruação irregular;

Ajuda a reestabelecer a menstruação irregular depois do parto;
Nas mães que estão a amamentar aumenta a produção de leite;
Ajuda a tratar as dores de cabeça provocadas por tensão nervosa.


DOSAGEM:


Para síndrome pré-menstrual tome uma chávena de decocção ou 20 a 30 gotas da tintura mãe por dia. Será mais eficaz se for tomada logo pela manhã, em jejum. Também existe em comprimidos devendo seguir as instruções da embalagem.
Para problemas da menopausa combine com Salva e Hipericão. Tome 2 a 3 chávenas por dia da decocção ou 3 colher de chá por dia da tintura de ervas combinadas.

Atenção: Se estiver a tomar progesterona ou outro tratamento hormonal tome o agno casto só com vigilância profissional.