HERBALISMO - LABAÇAS

As labaças, chamadas na linguagem popular como "linguas de boi", são conhecidas como plantas medicinais desde a antiguidade, tradicionalmente são usadas para aliviar as picadas da urtiga-comum, demonstrando assim o seu potencial refrescante e curativo das folhas. Contudo, é a sua raiz aprumada que mais se usa nas preparações herbáticas. Existem vários tipos de labaças mas as mais comuns e que se vendem com mais frequência nas ervanárias são as crespas.

As labaças têm inúmeras propriedades benéficas para o parelho digestivo.

USO INTERNO:

- deficiente absorção de vitaminas;
- intolerância a gorduras;
- Fígado preguiçoso;
- Anemia ligeira;
- doenças de pele como: eczemas, acne, erupções cutâneas que pioram com o calor, psoríase especialmente quando está associada a distúrbios digestivos e hepáticos;
- para a artrite;
- para tratar gânglios inchados nas crianças;
- para diarreias provocadas por intoxicações alimentares (ajuda a expelir rapidamente a causa da irritação;

As labaças têm a virtude de limpar bem os intestinos e podem ser usadas como colutório para úlceras.

USO EXTERNO:

- Em ugentos e compressas para tratar queimaduras e infecções em feridas com cicatrização lenta;
- uma compressa com vinagre diluído em igual parte de água, refresca e suaviza rapidamente a pele irritada por exposição excessiva ao sol.

Dosagem: decocção, 25 g de raízes de labaças em 600 ml de água, fervidas durante 20 minutos. Tomar 1 chávena 2 a 3 vezes por dia.
Tintura das raízes das labaças: tome 1 colher de chá 3 vezes ao dia. Para obstipação crónica, faça uma tintura combinando as labaças com aloe-vera e caneleira.
As folhas: podem ser adstringentes. Para doenças da pele, o uso interno da raíz pode ser complementado por uma aplicação tópica refrescante das folhas, como cataplasma ou mesmo lavagem.

Atenção: Existem diversas variedades de labaças, por isso se optar por colher, não as confundam. Há umas muito parecidas com as labaças crespas, com as mesmas propriedades refrescantes, mas com maior quantidade de ácido oxálico e estas são impróprias para usos medicinais. O mais seguro é comprar na ervanária.