São Sebastião-Padroeiro Cidade do Rio de Janeiro

Debaixo de um sol escaldante, - as temperaturas rondam os 40 graus neste verão carioca - uma multidão formada por cerca de 50 mil pessoas participou, no último dia 20 de janeiro, da procissão de São Sebastião, o Padroeiro da cidade do Rio de Janeiro. A maioria dos fiéis, como de costume, vestia alguma peça na cor vermelha.

Foram mais de duas horas de caminhada, desde a saída dos fiéis da Igreja dos Capuchinhos, no bairro da Tijuca, até a Catedral Metropolitana, no centro da cidade.


Uma prova de fé que se repete ano após ano, sob sol forte ou chuva. Durante a passagem da procissão, as ruas são fechadas ao trânsito, facto que não prejudica o andamento de automóveis e autocarros, já que é feriado na cidade do Rio em homenagem a São Sebastião.

Além da procissão, a Arquidiocese do Rio programou um auto teatral em homenagem ao santo e aproveitou para recolher alimentos que serão distribuídos em mais de duzentas paróquias espalhadas pela cidade.


No dia da comemoração ao santo lembro sempre de um acontecimento ocorrido na cidade, contado por minha mãe.


Em 1966, o então prefeito do Rio de Janeiro decidiu suspender o feriado em homenagem a São Sebastião. Naquela noite, uma chuva torrencial desabou sobre a cidade, deixando-a alagada e com muitas vítimas. Os fiéis, então, culparam o prefeito pelo ocorrido e disseram que a chuva foi um castigo enviado pelo santo devido a suspensão do feriado.

Se é verdade ou não, depende da crença de cada um, mas o facto é que depois desse episódio nunca mais nenhum outro prefeito decidiu retirar o feriado de São Sebastião do calendário da cidade. E até hoje, cariocas e fiéis de vários cantos do país, comemoram o dia do Santo Padroeiro da cidade do Rio de Janeiro.


As fotos foram tiradas em frente a minha casa, já que moro cerca de 5 minutos da Catedral.

7 comentários

Clique aqui para comentários
hugo
admin
23 de janeiro de 2010 às 08:55 ×

entao as fotos da festa nao ha ?????

Responder
avatar
hugo
admin
23 de janeiro de 2010 às 16:56 ×

obrigado por as fotos .. que estao muit bonitas .... os meus parabens

Responder
avatar
Isabeloureiro
admin
25 de janeiro de 2010 às 15:44 ×

Curiosamente, na capela dos Pardieiros há a imagem de São Sebastião.

Responder
avatar
Márcia
admin
25 de janeiro de 2010 às 19:48 ×

Ih, não sabia da existência da imagem de São Sebastião, na capela dos Pardieiros.

Da próxima vez que for à aldeia, e se a capela estiver aberta, vou prestar atenção e conferir a imagem do Padroeiro do RJ.

Responder
avatar
A.s
admin
25 de janeiro de 2010 às 21:46 ×

Oi Márcia só quero dizer que a festa carioca, tinha umas poucas pessoas a mais, do que a nossa do Santo Antão, há há
beijo

Responder
avatar
Isabeloureiro
admin
26 de janeiro de 2010 às 23:56 ×

Márcia, a imagem de São Sebastião que está na capela dos Pardieiros é muito parecida com a que se vê nas imagens da festa do Rio. A ideia que eu tenho é que se associa o São Sebastião à guerra e nas procissões de Santo Antão de anos anteriores quem levava o dito santo eram os rapazes que juravam bandeira nesse ano.

Responder
avatar
Márcia
admin
27 de janeiro de 2010 às 00:33 ×

Isabel,

Obrigada pela explicação. Acho que ela tem razão de ser, já que na oração a São Sebastião, há um trecho que diz: "... Enfim, glorioso mártir São Sebastião, protegei-nos contra a peste, a fome e a guerra..."

Responder
avatar