CARREGAL DO SAL - O CONCELHO DA LOMBAS


Uma deslocação desde a localidade de Pardieiros ao posto
da GNR (16 Km) na sede do concelho de Carregal do Sal, os condutores deparam-se com 24 LOMBAS.

Não se fazia ideia que havia tantos condutores "incompetentes" no concelho.É uma falta de respeito por quem tem de percorrer esta distancia, com a quantidade de LOMBAS desnecessárias. Excluindo alguns pontos estratégicos (escolas, caritas, centros de saúde, lares), locais com mais movimento, é compreensível.
Existem assim tantos acidentes, atropelamentos nas estradas do concelho? Serão estas ditas LOMBAS que impedem um veiculo descontrolado de ter um acidente? Um veículo consegue atingir rapidamente uma velocidade elevada, para se proteger uma passadeira não teriam que colocar saltinhos suaves uns metros antes das passadeiras?

Esta obra só veio trazer mais despesas aos condutores que fazem um esforço financeiro para a compra dos seus veículos, vendo o sistema de direção sofrer desgastes, amortecedores, discos de travão e pastilhas, e todo o sistema de sine-blocos, aumento de consumo de combustível e portanto mais poluição, “efeito para arranca”.
Poluição sonora 24 horas por dia sentida junto às que foram instaladas perto das residências, condenando e penalizando o inocente em vez do infractor.

Vibrações provocadas pela passagem de viaturas pesadas que afetam as construções.
Desvalorização comercial dos imóveis situados nestes locais.

Atraso na marcha de viaturas de socorro, (Policia, bombeiros, ambulâncias, etc), causando sofrimento aos sinistrados transportados em ambulâncias.
Afastamento de pessoas que visitariam o concelho, afetando a prática de ciclismo etc.

Alguém mais viu passar um ciclista nas estradas do concelho? Antes das LOMBAS era quase todos os dias.
Nas pesquisas feitas verifica-se que países mais evoluídos que o nosso, que implantaram este sistema vergonhoso, (menos quantidade por Km) já procederam à sua remoção depois de detetadas as desvantagens.

ABERRAÇÕES RODOVIÁRIAS
Desafiamos o presidente da câmara, e os membros da comissão que deselvolveram o progeto LOMBAS NO CONCELHO  a percorrem este percurso durante 1 mês todos os dias nas suas próprias viaturas.