HERBALISMO - SALVA



A salva é usada na culinária e também como remédio caseiro. Na medicina herbática usam-se as folhas para ajudar a tratar diversos males.

USO INTERNO
- Garanta inflamada, inflamações na boca, aftas, doenças das gengivas e amigdalite;
- Ajuda na falta de apetite e na flatulência;
- Transpiração excessiva, suores nocturnos e afrontamentos da menopausa;
- Dores e nódulos mamários (todos os nódulos deverão ser observados por um profissional de saúde, antes de tomarem medidas de auto-tratamento);
- Como tónico, ajuda na exaustão provocada por infecções virais;
- Para a exaustão nervosa, ansiedade, falhas de memória, depressão e confusão dos idosos;
- É um bom reestabelecedor para as pessoas fracas e debilitadas;

USO EXTERNO
- Para limpar feridas e ulceradas infectadas.


DOSAGEM

A salva é um ingrediente muito usado em dentífricos herbais em pasta e em pó.

Para problemas de boca ou de garganta, deve fazer-se um chá forte e usar como gargarejo ou colutório. Para o tornar mais eficaz, pode juntar-se algumas gotas de tintura de mirra.


Para calores e transpirações aconselha-se tomar o chá frio, 1/2 chávena 3 a 6 vezes por dia. Para obter melhores resultados devem usar também a tintura: tomar 2 a 4 colheres de chá por dia, em água.

No inicio de constipações ou gripes, tomar 3 a 4 chávenas de chá por dia.


Atenção: Esta planta não deve ser usada durante a gravidez ou aleitamento (seca o leite).Contudo, as quantidades usadas na culinária são inofensivas.