A MULHER E O DIREITO DE VOTO


28 de Agosto

1920 - O direito do voto da mulher é reconhecido nos Estados Unidos.
A luta dos trabalhadores teve o seu inicio no século XIX, com principal ênfase nas melhores condições de trabalho e o direito à cidadania. A principal conquista desta classe foi o Sufrágio Universal, onde não incluía o sufrágio feminino. O sufrágio feminino foi uma luta onde abrangeu cerca de dois milhões de mulheres de todas as classes. Foi o movimento político de maior significado do século XX. Este movimento teve o seu inicio através da Convenção dos Direitos das Mulheres em 1848.
Depois de tantas batalhas, apenas no dia 28 de Agosto de 1920 foi concedido o voto às mulheres, ficando aqui concluída uma luta de 72 anos.

Obtenção do direito de voto das mulheres em alguns países:

Nova Zelândia 1893; Austrália 1901; Finlândia 1906; Noruega 1913; Dinamarca 1915; Islândia 1915; Holanda 1917; Rússia 1917; Reino Unido 1918 (para maiores de 30 anos); Alemanha 1918; Suécia 1919; Estados Unidos 1920; Irlanda 1922; Áustria 1923; Checoslováquia 1923; Polónia 1923; Espanha e Portugal 1931; França 1945; Itália 1945; Suíça 1971; Portugal (pleno direito: 1974).

Texto enviado pela nossa leitora Paula Freitas

2 comentários

Clique aqui para comentários
Anónimo
admin
28 de agosto de 2009 às 23:14 ×

Hoje ,fará sentido falar no direito das mulheres ? Todo o sentido !
Podia enumerar dezenas de situações. Posso começar
pela descriminação no trabalho, a dificuldade em ascender
há cadeia de comando, em casa embora haja mais entre
ajuda ainda é a mulher que desempenha a maior parte das
tarefas etc.….
Mas as coisas estão a mudar, nas universidades por ex:
são elas que estão em maioria .

Mas há muito por fazer , olhem para África/Ásia !!!!!!!



SemoG

Responder
avatar
Susana
admin
1 de setembro de 2009 às 15:55 ×

Ainda falta muita coisa para conquistar, num mundo de Homens!

Mas é sempre bom relembrar as conquistas já concretizadas!

Abraço, Susana

Responder
avatar