HERBALISMO- CAVALINHA

CAVALINHA

CAVALINHA



Esta erva também é chamada cauda-de-cavalo, erva-canuda e equiseto dos campos. Tem um aspecto estranho e pertence a uma família primitiva de plantas, é frequentemente encontrada como fóssil em veios de carvão; dado que já existe há mais de 250 milhões de anos e os seus poderes conhecidos há vários séculos.

A cavalinha pode utilizar-se como uso interno (chá, comprimidos, gotas, etc.) para cistites crónicas ou agudas, constante vontade de urinar e cistites com sangue na urina.
Também pode tratar incontinência urinária de homens idosos com problemas na próstata;
Excelente para crianças que sofrem de enurese nocturna.
Para a retenção hídrica, especialmente na menopausa.
Para tratar diarreia crónica.
Por ser remineralizante é óptimo para fortalecer unhas, ossos e cabelo.
Para a artrite reumatóide.
Como uso externo, existem cremes e é bom em banhos para as mãos e pés, trata doenças da pele ou das unhas provocadas por fungos.
Também se utiliza em compressas para tratar feridas de cicatrização lenta.
Por ser uma erva muito rija, a infusão deve fazer-se durante 20 a 30 minutos. Esta infusão pode beber-se fria ou aquecida e a dosagem é de 3 chávenas por dia.
A cavalinha utiliza-se para uso interno (na forma de chá, gotas, comprimidos etc.) para cistites crónicas e agudas; constante vontade de urinar; cistites com sangue na urina.

Para tratamento da incontinência urinária dos homens com problemas na próstata e para tratar crianças com enurese nocturna.


Para a retenção hidríca, especialmente durante a menopausa. Muito útil para fortalecer unhas, cabelo e ossos.

Tratamento da artrite reumatóide.

Como uso externo: usa-se em cremes e banhos para tratar as mãos e os pés principalmente para tratar doenças provocadas por fungos na pele ou nas unhas.
Também se deve utilizar em compressas para feridas de cicatrização lenta.
Por ser uma erva muito rija a infusão deve fazer durante 20 a 30 minutos. Como dosagem devemos beber pelo menos 3 chávenas por dia nos intervalos das refeições.

RECEITA
Creme para infecções fúngicas das unhas
2 colheres de chá (10 ml) de tintura de cavalinha;
20 gotas de óleo essencial de tomilho;
20 gotas de óleo essencial da árvore-do-chá;
1/2 colher de chá (2 ml) de óleo de infusão de hipericão. O azeite é um bom substituto.
2 colheres de sopa (25 g) de um creme emulsionante ou qualquer bom creme neutro.
Junte os ingredientes devagar, um a um, ao creme, mexendo sempre.
Estas infecções resultam em unhas descoradas e quebradiças e podem ser persistentes e difíceis de irradicar. Friccione bem este creme na pele em volta das unhas, duas vezes ao dia, persista durante alguns meses.

9 comentários

Clique aqui para comentários
Sónia Mendes
admin
18 de junho de 2009 às 10:13 ×

eis uma planta que não me diz rigorosamente nada!!! desconhecia totalmente a planta e as suas propriedades!!!
Obrigada Maria do Céu, por mais uma aulinha...lol

Reply
avatar
18 de junho de 2009 às 11:56 ×

Sónia! Espero que estas informações sejma úteis. É sempre bom saber estas "receitinhas" caseiras.Existem imensasn plantas que algumas pessoas não fazem a menor ideia. Esta área fascina-me e leio muito sobre estes temas. Normalmente conhece-se o "chá de cidreira, lucia lima, camomila" e pouco mais.

Reply
avatar
Sónia Mendes
admin
18 de junho de 2009 às 14:18 ×

lá isso é verdade...eu também sou uma apaixonada por plantas... não por esta vertente que a Maria do Céu nos apresenta aqui, mas sim pela arte floral(adoro flores), mas devo confessar-lhe que me está a incutir o gosto por esta vertente mais terapêutica das plantas.
Mais uma vez muito obrigada, por partilhar connosco os seus conhecimentos.

Reply
avatar
18 de junho de 2009 às 15:17 ×

Sónia, Também há uma parte que eu gosto muito e penso começar a partilhar próximamente que é a parte das "essencias florais" o poder das flores e a sua acção terapeutica. É um tema que "dá pano para mangas" e não é menos fascinante que o herbalismo.

Reply
avatar
Anónimo
admin
22 de agosto de 2009 às 00:46 ×

Gostava de saber qual a "receita" que devo usar com a minha filhota de 6 anos que ainda se descuida... Obrigada

Reply
avatar
23 de agosto de 2009 às 17:37 ×

Estimado leitor "anónimo" relativamente á pergunta que me colocou, a minha resposta é a seguinte: faça uma infusão de cavalinha misturada com hipericão em partes iguais, dar a beber á criança meia chávena 2 vezes por dia. Evitar dar muitos liquidos depois do lanche. Este tratamento deve ser efectuado durante várias semanas, em vez de chá também poderia comprar a tintura mãe das duas plantas (e misturar as gotas com água) mas será mais difícil por ser muito concentrado tem um sabor amargo e mais difícil para a criança beber. Mas se fizer a receita que lhe digo durante várias semanas tenho a certeza que vai obter resultados muito postivos.

Reply
avatar
Anónimo
admin
18 de setembro de 2009 às 19:15 ×

Sou apaixonado por plantas medicinais, as v/ noticias deixaram-me muito corioso, eu não conheço a cavalinha. Pois gostava que me informassem TERRAS OU SITÍOS onde eu possa fazer fotos quero fazer um estudo assim como TIRAR fotos para catalugar a planta. Obrigado

Reply
avatar
António
admin
18 de setembro de 2009 às 19:16 ×

Sou apaixonado por plantas medicinais, as v/ noticias deixaram-me muito corioso, eu não conheço a cavalinha. Pois gostava que me informassem TERRAS OU SITÍOS onde eu possa fazer fotos quero fazer um estudo assim como TIRAR fotos para catalugar a planta. Obrigado

Reply
avatar
Selma
admin
22 de outubro de 2009 às 20:57 ×

Boa noite Maria do Céu,

Hoje comecei a tomar a Cavalinha em comprimidos para retenção de liquidos , uma vez que sofro deste problema. Na bula diz que eu tome 2 comprimidos no pequeno almoço, 2 no almoço e 2 no jantar, então comecei hoje, porém após uns 40 minutos que tomei deu uma diarréia muito forte e notei que nas fezes saiu muita gordura, porém estou com medo de continuar, pois não sei se é um sintoma normal ou não.Como eu li que a cavalinha serve para tratar diarréia fiquei confusa.O que me diz a respito disto?
Obrigada
selmabrito@iol.pt

Reply
avatar