Alerta para os peregrinos de Fatima para o perigo de caminhar nas auto-estradas

O Conselho Coordenador de Segurança Rodoviária Distrital de Viseu quer que os padres alertem os peregrinos de Fátima que antecedem o dia 13 de Maio para o perigo de caminhar nas auto-estradas A25 (Aveiro/Vilar Formoso), A24 (Viseu/Chaves) e IP3 (Viseu/Coimbra), tudo para evitar atropelamentos.
Uma situação que potencia riscos para a integridade física do peões e dos próprios automobilistas.
Durante o ano de 2008, registaram-se no distrito de Viseu centena e meia de atropelamentos. Embora não haja notícia de registos daquele tipo de acidentes nas auto-estradas e no IP3, como informou o capitão António Gomes, da Brigada de Trânsito da GNR, o CCSRD reconheceu que são muitos os peregrinos que preferem aquelas vias para caminhar. Sobretudo o IP3.
Os peregrinos devem deslocar-se pelas estradas nacionais e municipais, caminhar em fila e vestir o colete indicativo da sua presença, aconselhou o presidente do CCSRD Acácio Pinto, também governador civil de Viseu.
No ano de 2008 no distrito de Viseu foram registados 150 atropelamentos com 16 feridos graves e 138 ligeiros.
Há uma redução dos índices de sinistralidade, diz Acácio Pinto, que continua a defender comportamentos seguros para travar as mortes na estrada.

Visto em: Jornal de Notícias

2 comentários

Clique aqui para comentários
hugo
admin
5 de abril de 2009 às 16:36 ×

sim os condutores teem que ter muita atençao na estrada pois à muitos peregrinos a cumprir as suas promeças..... muita atençao entao....

Reply
avatar
Isabel Loureiro
admin
6 de abril de 2009 às 22:14 ×

Quem vai em peregrinação facilmente se distrai e quando dá por conta já vai no meio da estrada. Há que ter muita atenção, levar coletes reflectores e uma luz de presença para que facilmente sejam vistos. Há condutores que não respeitam minimamente os peregrinos, mas isso já faz parte do Portugal que temos, onde a falta de civismo é uma constante diariamente.
Para quem vai a pé desejo uma boa viagem. Com muito sacríficio e força de vontade, talvez uns desmaios pelo meio e umas bolhas nos pés lá hão-de chegar e alcançar aquela Paz interior carregada de grande emoção. Vale a pena.

Reply
avatar