Ecopontos maiores


Estamos habituado a que em Portugal muitas instituições só funcionem com a ajuda dos meios de comunicação social, no entanto Pardieiros como Aldeia pequena que é não é fácil de aparecer nas televisões ou rádios. Assim , resta-nos esta via (Blog), e festejar uma vitória que foi a colocação de ecopontos maiores que seja possível deixar de ver o cenário que publicamos no dia 1 Setembro de 2008. Fica no entanto um reparo, por favor , não coloquem as garrafas ou outro tipo de lixo no chão desde que os ecopontos estejam disponíveis.

8 comentários

Clique aqui para comentários
Anónimo
admin
17 de março de 2009 às 14:49 ×

Mais ecopontos para outros lugares, Relva, Cimo do povo etc. Parabens Pardieiros

Reply
avatar
17 de março de 2009 às 16:32 ×

Concordo plenamente com o primeiro comentário. É lógico que os moradores da Relva ou do Cimo do Povo não se vão deslocar a estes ecopontos para fazerem a sua separação de lixos. Quanto mais não seja porque uma questão de preservação do ambiente, por favor ponham mais ecopontos nos Pardieiros.

Reply
avatar
Catarina
admin
17 de março de 2009 às 19:04 ×

Finalmente....estavamos mesmo a precisar!! Já não era sem tempo!!Ás vezes vale a pena insistir!!

Reply
avatar
Antonio Silva
admin
17 de março de 2009 às 20:54 ×

É verdade que no nosso país é preciso protestar muito para que tenha-mos as coisas,é preciso protestar mais para que mais ecopontos sejam postos noutros pontos da povoação não é menos verdade que também é preciso que as pessoas se comecem a mentalizar que a separação é muito importante e que todos podemos vir a ser penalizados pela não separação.

Reply
avatar
António
admin
18 de março de 2009 às 11:04 ×

A separação dos lixos é muito importante.

Não podemos, também, esquecer que se deve espalmar todo o tipo de embalagens ou garrafas de plástico.
Pois assim, evita-se que os ecopontos fiquem cheios num instante e que os camiões andem a circular cheios de ar.

Parabén às Gentes dos Pardieiros, dão um lição de grande civismo.

Reply
avatar
Helder Lourenço
admin
18 de março de 2009 às 12:48 ×

Estão-se a esquecer que o fundo do povo também precisa de ecopontos.
Também queremos fazer a separação de residuos.

Reply
avatar
Anónimo
admin
18 de março de 2009 às 13:45 ×

Têm de ter em atenção o nº de pessoas para cada Ecoponto.

Reply
avatar
hugo
admin
18 de março de 2009 às 21:28 ×

Axo muito boa ideia existirem ecopontos espalhados por os locais mais essenciais da aldeia ....

Reply
avatar