Recolha de Óleos Alimentares

Desde o dia 30 de Setembro, a cidade de Viseu dispõe de 6 pontos de recolha de óleos alimentares usados. Estes equipamentos, foram colocados em zonas de elevada densidade populacional, permitem aos viseenses depositar este tipo de resíduo, assegurando, assim, a sua reciclagem e protegendo o ambiente dos seus efeitos poluentes. Depois de usado, deve ser colocado, novamente, dentro da sua embalagem original, que servirá para o levar até ao "oleão". Aí deve despejar o óleo dentro do contentor e depois colocar a embalagem usada no ecoponto amarelo.


Este projecto é uma iniciativa da Associação de Municípios da Região do Planalto Beirão, com a colaboração do Município de Viseu e da empresa TRATRIS, S.A. que faz a recolha dos óleos e reciclagem.



Desde Novembro do ano passado já reciclaram mais de 4.000 litros deste resíduo.

4 comentários

Clique aqui para comentários
Márcia
admin
27 de dezembro de 2008 às 11:06 ×

Parabéns a todos os envolvidos neste projeto, afinal, nós, seres humanos, só temos a ganhar com a preservação do meio ambiente.

Quem puder colaborar com a iniciativa, não deixe de fazê-lo.

É importante qualquer iniciativa para melhorar o planeta no qual vivemos, já tão sufocado pela poluição e pela destruição causada pela irracionalidade humana.

Reply
avatar
Diogo Loureiro
admin
27 de dezembro de 2008 às 20:41 ×

Eis um projecto com um objectivo muito bom, a preservacao da planeta.
segundo sei viseu ja nao foi o primeiro a tomar esta iniciativa, mas e na mesma um acto de louvar.
parabens!

Reply
avatar
João
admin
28 de dezembro de 2008 às 21:56 ×

Ricardo,

É assim com iniciativas destas que o meio ambiente é preservado,é espantoso que ainda muitas câmaras não tenham esta consciência ecológica.

Abraço amigo,
joao

Reply
avatar
David
admin
2 de maio de 2009 às 18:19 ×

A actividade de recolha de óleos alimentares, é um processo muito importante, para o ambiente, mas as empresas que limpam os separadores e caixas de retenção de gorduras realizam tambem uma missão importante, embora tem sido dificultada devido a não haver pontos de descarga no Norte, existe só na zona de Lisboa, encarecendo assim o custos de tratamento, a recolha de gorduras e oleos alimentares reduz os residuos que são lançados mas linhas de esgotos, por essa questão divulgar abertura desta unidade é um passo importante, embora localizada na Maia mesmo junto ao POrto, veio trazer a possibilidade de todos poderem entregar os residuos gordurosos e até lamas, a empresa trata das gorduras ( provenientes de caixas de retenção e separadores) o seu tratamento é metade do custo, já que já não há necessidade de levar os residuos para Lisboa, com abertura o Norte deu mais um passo na preservação do ambiente que é de todos

Reply
avatar